IdeFácil

21 de agosto de 2013

Jefté

LEITURA BÍBLICA: Juízes 11.1-11
Bem aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus (Mt. 5.9).

Muitos pensam que para Deus só têm valor aqueles que nós consideramos importantes, mas o texto que lemos hoje mostra que não é assim. Vamos resumi -lo: Jefté, filho de Gileade com uma prostituta, foi escolhido pelo Senhor para servi -lo apesar de seus irmãos por parte de pai o expulsarem de casa por ser filho ilegítimo e para negar -lhe a herança. Jefté foi humilhado pelos próprios irmãos. Você já imaginou ser expulso do acolhimento do seu lar? Mais tarde, os líderes de Gileade pediram sua ajuda contra os amonitas, oferecendo -lhe a chefia sobre eles. Quando somos humilhados, ficamos revoltados e desorientados e muitas vezes nem sabemos o que fazer. Jefté manteve a humildade e não se vingou dos seus irmãos – preferiu confiar em Deus. Nossa reação natural à humilhação é diferente: a tendência é partir não só para a defesa, mas para a agressão – e de guardar ressentimentos. No entanto, o melhor remédio para a humilhação é orar por aqueles que nos perseguem e nos afrontam (Mt 5.44), e não deixar que o ocorrido nos domine. Jefté foi um líder inteligente e prático, um autêntico filho de Deus. Se você ler adiante a história dele, verá que antes de combater os amonitas ele buscou a pacificação. Lembremos das palavras de Jesus no versículo em destaque. Mesmo assim ele não conseguiu evitar a guerra e, nessa situação, mostrou que era um homem imperfeito como qualquer um de nós. Naquela situação, fez um voto impensado a Deus para ganhar a batalha e o Senhor o fez vencer, mas esse voto lhe custou muito. Finalmente, depois desse incidente, ele ainda venceu outras batalhas e foi juiz de Israel por seis anos. Quando formos humilhados e essa situação criar conflitos para nós, o Senhor lutará por nós se nos mantivermos humildes diante dele, confiando -lhe a questão e promovendo a paz. Afinal, "Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes" (1Pe 5.5). – ETS 

Deus faz grandes coisas com quem se humilha diante dele.