IdeFácil

6 de dezembro de 2012

Cale a boca ou calamos você!

...Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão... 
Marcos 6:18



Para entendermos a declaração de João Batista, temos que lançar mão da história para prosseguirmos. Segundo Josefo, historiador do Séc. 4, declaração de João que ressaltou na prisão feita por Herodes, foi um adultério. Palavras de Josefo:
"Nesse mesmo tempo, aconteceu, pelo motivo que passo a descrever, uma grande guerra entre Herodes, o tetrarca, e Aretas, rei de Petra. Herodes, que havia desposado a filha de Aretas e vivera muito tempo com ela, passou, numa viagem a Roma, pela casa de Herodes, seu irmão por parte de pai, filho da filha de Simão, sumo sacerdote, e concebeu tal paixão pela mulher dele, Herodias — filha de Aristóbulo, irmão de ambos e irmã de Agripa, que depois foi rei —, que propôs desposá-la logo que estivesse de volta de Roma e repudi­asse a filha de Aretas. 
Ele continuou a sua viagem e voltou após cumprir as incumbências de que fora encarregado. A sua mulher veio a saber de tudo o que se havia passado entre ele e Herodias, mas nada demonstrou e rogou-lhe que permitisse ir a Maquera, fortaleza situada na fronteira dos dois territórios, que então pertencia ao rei seu pai. Como Herodes não julgava que ela soubesse de seu projeto, não teve dificuldade em atendê-la. O governador da praça recebeu-a muito bem, e um grande número de soldados escoltou-a até a corte do rei Aretas.

Ela contou-lhe da resolução tomada por Herodes, e ele sentiu-se muito ofen­dido. Havendo já surgido algumas divergências entre os dois príncipes, por causa dos limites do território de Gamala, eles entraram em guerra; todavia, nem um nem outro tomou parte dela em pessoa. A batalha travou-se, e o exército de Herodes foi completamente derrotado, devido à traição de alguns refugiados que, expulsos da tetrarquia de Filipe, se alistaram nas tropas de Aretas. Herodes escreveu a Tibério, contando o que havia acontecido, e este ficou tão enfurecido contra Aretas que ordenou a Vitélio que lhe declarasse guerra e o trouxesse vivo, se possível, ou lhe mandasse a cabeça, caso ele viesse a morrer na luta".
E muitos atribuíram a queda de Herodes por conta de João Batista. Como todos sabem João exercia uma grande influência. Para o judeu, e deveria ser para nós também, a fé é um óculos onde enxergam todos os parâmetros da vida, seja social, politico, ético, comportamental, relacionamento. 

Nesse momento em que João é usado como instrumento da restauração da vida social, política, ética, comportamental e relacional, fica bem claro qual a sua intenção: que os governantes deveriam ser os exemplos de tais comportamentos. E o profeta, é aquele que vem reformar, ou melhor, todos os profetas seja vétero-testamentário ou neo-testamentário como este que vos falo, eles vinham denunciar os erros do povo e mostravam o caminho de volta para Deus, que era fazer a coisa certa. 

Herodes, em viagem passa na casa de seu irmão e também passa a mão na sua mulher, mas como se já tinha desposado a filha de Aretas. Mas sua mulher com quem vivia muito tempo soube da história e Herodes coloca ela para fora sem pensão nem mensalinho...rsrs. Todos ficam sabendo.

Herodes tinha medo de um motim, dada a influência de João (sem querer aparecer, mas obedecer), porque o que ele dizia o povo estava junto, então mandou prendê-lo e diga-se de passagem, bem longe. Na fortaleza em Maquera, fronteira entre os dois territórios de Aretas e Herodes.

Vamos as aplicações:

1 - A verdade incomoda os transgressores = João só falou uma vez, não é lícito possuir a mulher do teu irmão. Como disse, as autoridades deveriam dar exemplo de dignidade e respeito, pois foram postas em seus cargos por permissão de Deus. Alguns defendem, que devemos falar a verdade com amor. Agora me explique: Jesus chamou Pedro de diabo! Bem é verdade, mas vai me dizer que chamar seu discípulo de diabo, ele vai entender que o amo? Alguns podem defender a tese de que Jesus falou para Pedro porque tinha intimidade, o conhecia. Tá bom! Leia essa outra e quando Jesus conversa com a Samaritana em Jo. 4, ele fala a verdade sem conhecê-la. Falemos a verdade sempre, mesmo que queime a nossa carne;

2 - O compromisso com verdade, nos levará as últimas consequências = Você está disposto a morrer pela verdade? A ser calado por falar a verdade e lutar por ela? Deus quer que tenhamos vida mansa e tranquilo, como está registrado em 1 Tm. 3, mas como ter vida mansa e tranquila se não temos compromisso com a verdade, se não oramos pela verdade. Porque o compromisso com pela verdade nos levará a sede e fome de justiça;

3- A única maneira de calar quem fala a verdade e tem fome e sede de justiça, é matando = Não estou defendendo aqui homens bomba, porque eles dizem estar com a verdade. Mas estou dizendo que quantas vezes no seu trabalho, por falar a verdade você não foi promovido, por ser correto tiram sarro da sua conduta. O matar aqui que faço alusão é o matar seus atos, sonhos, ambições (ambição não é ser rico, mas sim cercar objetivos). 

Bem-vindo ao Discipulado de Jesus, é morrer com ele, mas acima de tudo tê-lo em todos os momentos. João viveu tudo o que tinha de viver, sabe porque? Deus não deixa nós sabermos o quanto somos importantes para seu reino. Jesus disse: "Nascido em mulher, ninguém é como João Batista". A GLÓRIA É DE DEUS.

Jessé Almeida
Soli Deo Gloria