2 de outubro de 2009


Olá, queridos! Minha tentativa com o texto não é explicar a essência do amor, até porque todos nós já sabemos que é Deus. O que tentarei explicitar é a profundidade desse amor, que leva Paulo escrever aos Romanos com tantos argumentos filosóficos e lógicos, como resposta implícita ao contexto.


"Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria e do conhecimento de Deus, quão insondáveis são os teus juízos e quão inescrutáveis seus caminhos, quem pois conhece a mente do Senhor ou quem foi seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele, para que ele venha a ser restituído? Porque dele e por meio dele e para ele são todas, eternamente, Amém".


Em romanos, Deus revela sua misericórdia para com todos nós, os gentios, já que Israel não entendeu seu chamado para o evangelho. "Deus sendo rico em misericórdia...com o amor com que muito nos amou, estando nós mortos em delitos e pecados..."

Na carta aos Efésios 3.14-18: " Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome, para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus". 

Nesta carta, Paulo trata da culminância da fé Cristã, mesmo em cadeias (3.1). O apóstolo consegue enxergar um propósito para que o amor de Deus seja manifesto a ele mesmo na prisão e aos irmãos que estão em Éfeso, a fim de compreenderem todo o propósito debaixo do céu que vai muito mais além da lógica humana -ele excede toda a biblioteca existente na face da terra!
No verso 6 do mesmo capítulo, Paulo lembra aos irmãos que o amor fez com que os gentios fossem abraçados também pela palavra, fossem participantes das promessas eternas de Deus.

Gente que amor é esse? Se não fosse por este amor estaríamos fora!

Obrigado Pai por sua palavra que revela seu amor com que nos amou!

Jessé Almeida

Posted on by Jesse Almeida in