IdeFácil

7 de outubro de 2009

Breve virá - 1 Ts. 5.1-3

É assim que inicia a epígrafe do texto sagrado. Paulo usa novamente  “Irmãos”=> De modo claro e objetivo iniciando outro assunto, no entanto diretamente relacionado com o assunto anterior que é a Parusia”. O que parece é que o apóstolo responde uma pergunta dos irmãos , podemos ver isso com a conexão relativamente aos tempos e épocas => O porque da pergunta? A pergunta não surge por medo ou incerteza, ela surge de uma preocupação exagerada e que se sentiam moral e espiritualmente indignos de reunir-se com o Senhor nos ares. Daí surgiu a preocupação de se prepararem de modo adequado. Paulo usou o pleonasmo cronos e kairós, ou seja, existem eventos que seguem o curso normal e outros serão eventos específicos da ação de Deus na História. Essa ação será repentina e inesperada: Mt 24.36-44; Mt 25.1-12; Mc 13.33-37; I Ts 5.2,3; Ap 3.3; Ap 6.16.15. e  Gloriosa e triunfal: Hb 9.28; Mt 24. 30; II Ts 1.7; I Ts 1.10; I Co 15. 25; Ap 19. 11-16. “O testemunho indiscutível das Escrituras, visto contexto, não nos autoriza a crer em um arrebatamento secreto da Igreja, para retirá-la do processo de restauração do reino messiânico judaico. O judaísmo não mais retornará. Cumpriu o seu papel de “aio”. Agora a Igreja é “única”, inclusiva e indiscriminadora. Cremos, como manda a Bíblia, em um único retorno de Cristo; em um dia determinado por Deus, mas não revelado aos homens, para a volta de Cristo; em um juízo final de justos e injustos; na concretização do reino final do Cordeiro com seus redimidos ressurretos, revestidos de imortalidade e incorruptibilidade, mas sem perderem a humanidade e a condição de criaturas, embora sublimados e exaltados”. (Confissão de Westminster – Cap. XXXII .III. D, E).
Verso 2 - Não é necessário que Paulo fale acerca desses assuntos, visto que essas instruções já foram dadas oralmente como podemos concluir em “inteirados com precisão” => a palavra traduzida como precisão é achada somente aqui e em Efésios cap. 5, ela significa acuradamente ou detalhadamente. Mas tudo que Paulo diz é: “O DIA DO SENHOR VEM COMO LADRÃO DE NOITE” (Mt. 24.43),  O Dia do Senhor é uma frase do antigo testamento que quer referir a uma data futura de quando Deus interviria com sua Vontade, julgamento. Foi adotada no novo testamento para referir-se o tempo do fim, como disse Jesus. Os ladrões como os modernos agem na escuridão e repentinamente, o que é ressaltado é justamente isso, a imprevisão e o mal acolhimento, pois alguns serão surpreendidos.
Verso 3 - Vamos analisar dores de parto. Quando se aproxima o parto logicamente as contrações aumentam sem aviso. O que Paulo quer nos lembrar é que: Quando estiver corrompido todos os padrões possíveis de moral existentes, proclamarão  PAZ E SEGURANÇA numa tentativa falsa de confortar os habitantes da terra, ou melhor, o mundo pecaminoso se consola dizendo que nada lhe pode acontecer . Será exatamente quando isso for dito “lhes sobrevirá o fim” => A linguagem aqui é destruição e destino final dos pecadores 2 Ts. 1.9. Quando andarem dizendo => Vai ser agravado cada vez que as pessoas disserem, aumentará a proporção da destruição (estão cegos).




http://www.youtube.com/watch?v=_hivyimNmIw

Jessé Almeida
Soli Deo Gloria
Posted on by Jesse Almeida in